sábado, 22 de junho de 2013

a televisão é um objeto de publicidade

repito-o: a televisão é um objeto de publicidade,
não de pensamento.
nesse sentido, ela é um objeto ignorante.

o homem com ela,
é ignorante.

hoje, ela promove a revolução.
mas a televisão é contra a revolução,
ela é alienação.

ela mostra a nossa cara limpa, hoje,
para repercuti-la ensanguentada, senão enlonada,
depois,
incutindo-lhe a culpa e a miséria.

Nenhum comentário:

Postar um comentário